O isolamento social impôs muitos desafios às pessoas, especialmente no que se refere ao campo de trabalho, seja com relação ao empregado, ou ao empregador.

Devido a essa pandemia, por exemplo, muitas empresas estão adotando a estratégia de home office para os seus funcionários, e muitas, mesmo com as dificuldades deste momento difícil, estão se mantendo bem no mercado.

Quer saber como deixar a sua equipe engajada e produtiva, nesse esquema de trabalho? Acompanhe a leitura, então.

Primeiro ponto: seja transparente com a equipe em todos os sentidos

Como estamos falando de uma nova forma de trabalho, é importante que a equipe de trabalho esteja muito bem esclarecida com relação a novas normas e tecnologias no serviço. Um bom exemplo é deixar claro qual o horário de trabalho dos funcionários, organizando, inclusive, os intervalos de cada um.

É preciso também alinhar um ponto fundamental nessa nova dinâmica de trabalho: o tempo de resposta. Isso porque eles estarão atendendo clientes online pela web, e obviamente todos irão querer uma resposta que, se não imediata, pelo menos, em poucos minutos.

Já se a intenção durante essa quarentena for fazer também algumas reuniões à distância, é imprescindível alinhar com a equipe qual tipo de tecnologia será usada (videoconferência, por exemplo). Avisar com antecedência esses detalhes ajuda na hora de prestar um bom serviço ao público de um modo geral.

Prepare e dê estrutura básica para todos

Mesmo que pareça um tanto óbvio, esse aspecto aqui é fundamental, pois, de nada adianta alinhas novas normas e tecnologias com a equipe se ela não dispõe de mecanismos minimamente adequados para trabalhar.

Portanto, o ideal é fazer grandes treinamentos, ou, pelo menos, boas preparações para as mudanças que virão. É o momento de passar tranqüilidade e empatia para todo, importante frisar.

Quanto à estrutura básica, existem alguns equipamentos que são essenciais para gerenciar e dar suporte à equipe de sua loja, como desktops ou notebooks.

Também é importante que todos tenham algum tipo de smartphone, e também softwares que possibilitem uma boa comunicação à distância. Contatos de suporte são igualmente importantes, pois há sempre a possibilidade da conexão cair.

Expectativas e objetivos precisam ser definidos e alinhados

Nesse quesito, o fundamental é se comunicar com o setor do RH da empresa para definir os critérios de avaliação de desempenho da equipe, e também do controle de horas, bem como a questão envolvendo as pausas.

Com tudo definido, a métrica envolvendo essa questão deve ser ampla e claramente divulgada entre os funcionários para que não reste dúvidas de como as avaliações passarão a ser feitas.

Destaque-se também que é preciso estabelecer metas e objetivos em determinados prazos de tempo, obviamente, levando-se em conta a situação atual na qual estamos vivendo. E evidente que isso deverá ser passado para todos da mesma forma que as demais informações.

Incentive o diálogo e continue dando orientações (sempre)

Para que o engajamento da equipe seja o melhor e mais equilibrado possível, é preciso que todos tenham vez e voz para expor suas necessidades também. Isso ajuda a identificar problemas e suas soluções, e ajuda todos os funcionários a crescerem junto com a empresa.

Portanto, nas conferências e chamadas ao vivo, ouça o que a equipe tem a dizer (como um todo e individualmente), e analise as necessidades apresentadas para que tudo corra bem.

E, como estamos num momento em busca de informações a todo o momento, é importante criar políticas específicas de boas práticas no home office, para que problemas aleatórios não gerem conflitos e desmotivação na equipe. Como se fosse um “guia de bom comportamento”, por exemplo.

Esperamos que essas dicas tenham sido válidas, e que essa quarentena passe o quanto antes. E, lembre-se: cuide da sua saúde. É o principal.


Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.