You are currently viewing LGPD: siga estes passos para adequar a sua perfumaria virtual

LGPD: siga estes passos para adequar a sua perfumaria virtual

Para realizar uma venda, as perfumarias virtuais devem coletar e processar informações pessoais dos consumidores. Essa ação exige o máximo de cuidado para que não haja vazamento de dados.

Para fiscalizar possíveis violações de privacidade foi criada a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que estabelece regras para a coleta, processamento e armazenamento dos dados fornecidos as lojas físicas e virtuais.

Muitas marcas estão em processo de adequação e outras ainda não começaram a implementar as ações necessárias para garantir a proteção dos dados dos clientes. Portanto, não deixe para depois, é fundamental entender o impacto dessa lei e como aplicá-la em seu negócio.

Depois da coleta dos dados do cliente (nome, endereço, cpf, e-mail, telefone, número do cartão e crédito, etc.) você deve garantir a segurança dos dados armazenados.  

Como a LGPD afeta as empresas e os consumidores

A LGPD oferece aos consumidores brasileiros proteção e controle sobre como seus dados pessoais são coletados e usados. A lei se aplica a qualquer tipo de empresa que processe informações pessoais. Portanto, é importante que sua perfumaria implemente medidas adequadas para cumprir os requisitos do regulamento.

Todos os dias ocorre uma grande quantidade de vendas online que exigem que os provedores tenham acesso aos dados dos consumidores. No entanto, muitos usuários se preocupam em fornecer seus dados pessoais, e por boas razões. Muitas vezes as informações são mal utilizadas ou até mesmo repassadas ​​a terceiros. 

Para evitar clientes insatisfeitos, bem como possíveis consequências legais para o lojista, é altamente recomendável que as empresas mantenham-se atentas ao tema da proteção de dados. Aquelas que não se preocuparem com essa questão correm o risco de infringir a LGPD e assim ter que pagar multas.

Consentimento do cliente

Antes de mais nada, para a coleta de dados do cliente, é fundamental que haja consentimento. As empresas devem usar os dados fornecidos apenas para os fins consentidos pelo usuário. O “Termo de Uso” é o documento usado nas lojas virtuais para informar claramente como funciona esse procedimento.

Também é preciso receber autorização para enviar mensagens publicitárias através de seus contatos de e-mail ou telefone. O cliente deve estar realmente interessado em receber conteúdos de divulgação da sua empresa.

Para adequar sua perfumaria a LGPD você deve seguir todas as recomendações para a manipulação de dados dos clientes. Em caso de incidente ou vazamento, você deve informar imediatamente a Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD), que é o orgão responsável pela fiscalização da LGPD. 

Consequências do descumprimento da LGPD

– Advertência 

– Multa

– Divulgação pública 

– Bloqueio ou eliminação dos dados 

Por fim, é importante entender que a conformidade com a LGPD não é um obstáculo para os negócios, mas uma vantagem competitiva.